Estilo de vida: 12 simples maneiras de transformar o seu!

Como ter um estilo de vida mais saudável?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Assine nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos TAO BAMBU!

Em um mundo tão corrido, com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo, ter um estilo de vida mais saudável nunca foi tão necessário. Ainda mais durante a pandemia, com o isolamento, ficou mais difícil a gente se conectar com outras pessoas — e com nós mesmos.

Reduzir o tempo de sono, deixar de praticar atividades físicas, descuidar da alimentação e se afastar dos amigos e familiares são “sintomas” que mostram que seu estilo de vida está um pouquinho desequilibrado. 

Uma pesquisa da Veja Saúde revelou que, na pandemia, 86% das pessoas enfrentam alguma dificuldade no dia a dia, relacionada ao bem-estar. A isso, se somam a dificuldade de relaxar, o aumento da ansiedade e o princípio (ou agravamento) dos casos de depressão.

Diante desse cenário, precisamos fazer alguma coisa! Afinal, estilo de vida e saúde podem (e precisam!) andar lado a lado. 

Na matéria de hoje, você vai conhecer os benefícios que a mudança de hábitos e rotinas traz para sua vida. Além disso, separamos 12 dicas para você aplicar no seu dia a dia — que, apesar de serem atitudes bem simples, farão uma enorme diferença na sua saúde física, mental e social.

Pronto para transformar o seu estilo de vida? Então, vem com a gente. Boa leitura!

Quais são os benefícios de ter um estilo de vida saudável?

Tudo bem, sempre escutamos que para melhorar a saúde precisamos fazer isso e aquilo, cortar A e B, incluir X e Y… Mas nada adianta saber de tudo isso se não mudarmos nosso pensamento — é o famoso “mindset”, ou padrão mental. 

Sabe quando você entende que não deveria comer aquele chocolate ou pular uma semana inteira de exercícios, mas ainda assim faz o “errado” e depois se arrepende?

Pois é, essa forma de pensar é uma autossabotagem. Todos temos esse componente em nossa personalidade — que traz aqueles pensamentos bloqueadores, que nos impedem de fazer algo.

Mudar o estilo de vida pode parecer um pouco difícil. Mas a vontade de se transformar precisa ser maior do que a vontade de tomar o caminho mais fácil — esta que é, afinal de contas, a sabotagem!

Antes de mais nada, quando surgir um pensamento negativo, que te impeça de fazer algo que você planejou, tente essa dica: considere-o apenas um pensamento sem importância e pense nessa lista de benefícios que um novo estilo de vida pode trazer para sua vida:

  • Melhorias no desenvolvimento do seu metabolismo;
  • Diminuição das chances de doenças cardíacas;
  • Maiores chances de recuperação de doenças;
  • Aumento da imunidade;
  • Melhor controle do colesterol e do sobrepeso;
  • Contribuição para a concentração e a criatividade;
  • Prevenção do aumento da pressão arterial;
  • Mais energia para enfrentar os desafios diários;
  • Redução do estresse e do nervosismo;
  • Melhoria no humor e nos relacionamentos interpessoais.

Certo, agora que já entendemos os benefícios de adotar um estilo de vida diferente, vamos conhecer as dicas simples (e transformadoras) que vão te ajudar bastante no dia a dia. Confira!

Guia completo: 12 maneiras de transformar seu estilo de vida

1. Alimente-se bem

Pode parecer clichê, mas não tem jeito. A alimentação saudável vem sempre em primeiro lugar. Afinal, ela é o “combustível” para o nosso corpo, e escolher com cuidado o que comemos é fundamental para transformar o nosso estilo de vida.

Mesmo com tantas opções de fast food hoje em dia, inclusive de delivery (que aumentou bastante durante a pandemia), temos que saber dosar a ingestão de frituras, açúcares e alimentos muito calóricos.

Ao comer mais vitaminas, minerais, fibras e outros nutrientes, você pode evitar diversos problemas, como:

  • Obesidade;
  • Anemia;
  • Diabetes;
  • Disfunções hormonais;
  • Diversos tipos de câncer

Ou seja, alimentar-se bem ajuda tanto na manutenção do aspecto físico quanto da saúde mental. O guia de alimentação saudável, elaborado pelo Governo Brasileiro, indica que nosso prato diário deve ser variado, colorido, harmonioso e seguro!

Mas como, afinal, se alimentar melhor?

  • Diariamente, faça pelo menos 3 refeições (café da manhã, almoço e jantar);
  • Entre as refeições, inclua lanches naturais e saudáveis;
  • Consuma cereais, como arroz, milho e derivados do trigo (como o pão);
  • Acrescente porções de legumes e frutas em alguma das refeições;
  • Ao comer carne, procure retirar a gordura o máximo possível;
  • Fique atento ao consumo de óleo e manteiga! No máximo uma porção por dia;
  • Beba ao menos 6 copos de água diariamente (o que dá por volta de 2 L);
  • Cuidado com o sal e com o sódio! Ao comprar produtos industrializados, verifique sempre essa informação.

2. Exercite-se mais

Nesse período de quarentena, com tantas academias fechadas e por conta da recomendação para ficarmos em casa, manter uma rotina de exercícios é fundamental. Isso porque o sedentarismo é uma das principais causas do enfraquecimento dos ossos, da atrofia muscular e do aumento da obesidade.

A própria OMS (Organização Mundial da Saúde) elaborou uma série de dicas bem fáceis para você conseguir se manter ativo — e na segurança da sua casa. Vale a pena conferir!

Entre os exercícios que você pode fazer, estão o agachamento, o alongamento dos músculos e o levantamento de peso (se você não tiver os halteres em casa, pode fazer com um saco de 1 kg de sal, por exemplo). Se você tiver um espaço no quintal, pode fazer pequenas corridas, de 10 em 10 minutos, para melhorar o seu condicionamento físico.

Quais as outras dicas para se exercitar mais?

  • Defina pequenas pausas durante o dia, entre um trabalho e outro, e procure fazer outra coisa completamente diferente. Por exemplo, tomar um café ou ouvir uma música;
  • Se você estiver falando ao celular, que tal andar pela casa enquanto isso? No fim do dia, você já terá andado vários metros (talvez até quilômetros!);
  • Não fique sentado direto por mais de 30 minutos. Ao final desse período, levante e alongue um pouco o pescoço, os braços e as costas.

3. Medite um pouquinho por dia

A meditação é uma prática milenar, muito aplicada nas culturas orientais — como a indiana e a chinesa. Em primeiro lugar, ao contrário do que muita gente pensa, meditar vai além da religião, e consiste em se autoconhecer, alcançar a paz interior, reduzir pensamentos ruins e melhorar o foco e a concentração.

Desse modo, para ter um estilo de vida mais saudável e controlado, você pode começar a meditar diariamente. Entre os benefícios que a meditação traz para o corpo e a mente estão a diminuição da insônia, o condicionamento da respiração e o controle dos batimentos cardíacos.

Olha só essas dicas práticas para meditar!

  • Separe 2 momentos do seu dia, cada um com 20 minutos, para dedicar à meditação;
  • Encontre um espaço calmo e silencioso — desligue o celular, a televisão, o computador e outros dispositivos eletrônicos;
  • Faça a postura de lótus (sentado, com as pernas cruzadas e os pés sobre as coxas). Procure manter a coluna reta e o pescoço alinhado, para evitar dores;
  • Preste bastante atenção à sua respiração, usando completamente os pulmões. Comece a inspirar profundamente e expire de forma bem lenta (dica: ao inspirar, conte até 5, e então solte o ar);
  • Procure um mantra (pode ser até o “ommm”). O importante é que você se concentre nele, para acalmar a mente e não pensar nos problemas.

4. Cultive os relacionamentos

Atualmente, com as distâncias aumentadas na pandemia, é preciso muito equilíbrio emocional. Pode ser um desafio, mas cultivar o relacionamento com amigos e familiares, mesmo de longe, é muito importante para manter um estilo de vida saudável.

Ah, uma curiosidade: um estudo do MIT (Massachusetts Institute of Technology) revelou que a parte do nosso cérebro que deseja relacionamentos e interações é a mesma que deseja comida (saudável, de preferência!). 

Enfim, para superar as barreiras impostas pelo isolamento, existem algumas ações simples e que vão te aproximar das pessoas que você ama. Confira a seguir!

Dicas para cultivar seus relacionamentos

  • Combine chamadas por vídeo com seus amigos, por Skype, Zoom ou Google Meet. Que tal marcar um café da tarde ou um #sextou com todo mundo online?
  • Com o plugin Netflix Party, disponível para o Google Chrome, você consegue assistir a séries ou filmes da Netflix simultaneamente com outra pessoa. Marque um encontro com um familiar ou amigo e compartilhe o momento!
  • Não deixe datas importantes passarem em branco. Algum amigo está fazendo aniversário? Mande um vídeo surpresa pelo WhatsApp!

5. Escolha trabalhar para viver — e não viver para trabalhar

Uma pesquisa do LinkedIn mostrou que 62% dos brasileiros ficaram mais estressados e ansiosos com o trabalho em home office. Aliás, muitas pessoas tiveram (e continuam tendo) dificuldades de se adaptar ao trabalho remoto — e o acúmulo de horas extras, muitas vezes sem a pessoa perceber, acaba sendo o maior vilão da ansiedade.

Além do mais, o imediatismo causado pela internet também pode te deixar mais preocupado. Por isso, cuidado! Um estilo de vida mais saudável, tanto para você quanto para sua empresa, exige limites.

Atitudes essenciais para trabalhar com mais saúde

  • Defina as prioridades do seu dia, e vá cumprindo uma após a outra (não todas de uma vez!);
  • Evite procrastinar. Se algo tem que ser resolvido hoje, não deixe para amanhã;
  • Dê feedbacks para as pessoas, e escute o que elas têm a te dizer;
  • Conte com os outros, porque trabalho em equipe é fundamental;
  • Saiba suas limitações — não tente controlar o incontrolável nem fazer o papel de outra pessoa;
  • Cuidado com os e-mails fora do horário de trabalho;
  • Aproveite o seu tempo livre, entre as pausas do trabalho, e descanse.

6. Cuide do sono

Já que falamos sobre descanso, surge outro ponto muito importante para manter um estilo de vida saudável: o sono. Muitas pessoas negligenciam esse fator, mas ele é essencial para que você consiga desempenhar suas tarefas com mais qualidade. 

A propósito, não dormir bem à noite pode levar a problemas de raciocínio, memória e concentração — sem contar o cansaço durante o dia. Isso impacta, portanto, em diversas atividades da sua rotina, como o trabalho e os momentos de lazer.

Por mais que não dê para ter certeza como será cada noite de sono, você já pode começar a adotar simples mudanças a partir de agora. Veja na sequência!

Dicas práticas para dormir com mais qualidade

  • Pelo menos 1h30 antes de se deitar, evite usar o celular. Se precisar usá-lo, procure ativar a função “luz noturna”, que diminui a intensidade da luminosidade e te ajuda a se desconectar dos estímulos visuais;
  • O ideal é não ingerir bebidas alcoólicas à noite, nem fazer uma refeição muito pesada, com carnes vermelhas;
  • Chocolate, café e outros alimentos estimulantes até 6h antes de dormir também não são uma boa ideia;
  • Se você tiver uma insônia pesada, procure meditar (como falamos mais acima) ou baixar um aplicativo de ruídos brancos. 

Sabe o que é isso? São sons que acalmam e ajudam a preencher o vazio da mente — como barulhos da chuva, do mar, de passarinhos, de uma fogueira queimando… Teste os apps Calm, Som de Chuva e Ruído Branco e veja como funciona!

7. Faça terapia e inicie um novo estilo de vida

É fato que lidar com uma série de emoções e situações diferentes pode desestabilizar nosso corpo — e nossa mente. A terapia ajuda muito nesses casos. Mas, ao contrário do que muita gente pensa, o processo terapêutico não é apenas para quem tem problemas. 

É para quem quer se conhecer melhor, se permitir um momento de reflexão e ter a oportunidade de falar sobre o que quiser. E o mais importante: ter alguém para confiar e se abrir, sem medo de ser julgado.

Enfim, a terapia ajuda a desenvolver as áreas cognitivas, afetivas e comportamentais, melhorando o seu estilo de vida como um todo.

Procurando dicas para começar a terapia? Veja essas!

  • Escolha um terapeuta com quem você se identifica. Pergunte sobre o método que ele aplica (e se isso se encaixaria no seu objetivo);
  • Defina um planejamento com o terapeuta. Aonde você quer chegar? O que gostaria de melhorar? Que passos precisam ser tomados para resolver seus problemas?
  • Tenha comprometimento: lembre-se de que a terapia é um investimento para a sua vida, então merece bastante dedicação e vontade.

8. Ria mais

Com toda certeza, o riso ajuda a liberar endorfina e serotonina, dois importantes hormônios que contribuem para a alegria, a sensação de bem-estar e o prazer no nosso cérebro. 

De acordo com o neurocientista Scott Weems, autor do livro “Ha! A ciência do humor”, a risada nos torna mais inteligentes, criativos e saudáveis. Belos componentes para um melhor estilo de vida, não é?

Em suma, ainda segundo Weems, rir é uma forma que nosso cérebro encontra para lidar com emoções e pensamentos opostos. 

Ou seja, se chegamos a um ápice de confusão (e não sabemos como solucioná-lo), rimos! Assim, num processo inconsciente, conciliamos as visões opostas e enxergamos novas respostas.

Ria, ria e ria

  • Não se leve tão a sério! O primeiro passo para rir mais é aprender a rir de si mesmo;
  • Desenvolver o autoconhecimento e a autoaceitação também é fundamental! Isso porque, se nos aceitarmos do jeito que somos, conseguimos nos perdoar em vez de nos culpar;
  • Veja o lado bom das coisas! Ser otimista permite que você continue em frente e ajuda a levantar o seu astral — e o das pessoas ao seu redor;
  • Cerque-se de pessoas que riem! Com certeza, elas te vão te contagiar (no bom sentido) com o bom humor.

9. Leia, a cada dia, pelo menos uma página de um livro

A leitura pode transformar o seu estilo de vida não só hoje, como também no futuro. Afinal, uma pesquisa divulgada pela ABC News concluiu que as pessoas que estimulam o cérebro diariamente (seja lendo ou jogando xadrez, por exemplo), têm 2,5 vezes menos chances de ter Alzheimer.

Além de fazer um bem gigante para o nosso cérebro, o hábito da leitura nos transporta para um mundo totalmente diferente. Isso nos ajuda a reduzir o estresse, a relaxar e a aumentar o conhecimento cada vez mais!

Dicas práticas para ler mais

  • Procure um tema que você goste: são diversos, entre suspense, drama, terror, ciência, negócios, ficção científica… O que quer que você leia, já será um enorme avanço!
  • Comece com um pouco por vez! Se você for um leitor iniciante, dificilmente vai ler algo técnico e complexo logo de cara. Procure um livro pequeno, que te interesse do início ao fim;
  • Escolha um formato de livro: além dos tradicionais impressos, você também pode ler no Kindle ou em outras plataformas digitais;
  • Hoje, leia uma página a mais do que você leu ontem. Essa é uma ideia bem legal, pois você vai progredindo diariamente — sem se cansar da leitura e acabar abandonando o livro.

10. Tenha um hobby como estilo de vida

Acabamos de falar da leitura, e isso pode se tornar um hobby na sua vida! Mas você sabe o que é um hobby e como ele beneficia o seu estilo de vida? 

Quando nos dedicamos a fazer algo que realmente gostamos, conseguimos “escapar” da rotina e nos conectar a nós mesmos.

Imagine uma panela de pressão (que é como a nossa vida, na maioria do tempo). Se você deixar a panela muito tempo no fogo, e não aparecer ali para aliviar a pressão, ela vai estourar. 

O hobby é justamente uma aberturinha na válvula da pressão. Ele ajuda nossa vida a ser menos corrida, com menos compromissos e mais bem-estar. Cozinhar, praticar um esporte, escrever, assistir a séries e filmes… As opções de hobby são muitas! 

Veja como achar um hobby para chamar de seu

  • Descubra no que você é bom. Para isso, não pense muito no que os outros esperam de você — e sim no que realmente você gostaria de fazer;
  • Não tenha medo de errar. Pode ser que você não encontre um hobby logo de uma vez — mas como é muito pessoal, não tenha pressa nem se pressione demais;
  • Procure o que desperta sua paixão. Sobre o que você gosta de falar? O que você tem curiosidade de fazer? No que você não passa um dia sequer sem pensar? Isso pode resultar no seu próximo hobby!

11. Faça trabalhos voluntários (mesmo de longe)

Quando falamos em mudança de estilo de vida, falamos da nossa, sim. Mas também da vida das pessoas que precisam de ajuda! 

Doar o nosso tempo para ajudar o outro é muito gratificante, e faz um bem para o espírito. Você começa a entender o que o outro sente e consegue se colocar no lugar dele… e talvez você veja que os seus próprios problemas não são tão grandes assim.

No mais, o legal do trabalho voluntário é que, mesmo com o distanciamento, você tem boas oportunidades à disposição. Quer saber como? Confira abaixo!

Tipos de voluntariado que você pode fazer de casa

  • O CVV (Centro de Valorização da Vida) é uma organização que leva apoio emocional gratuito para prevenir casos de suicídio. Você pode fazer um curso de iniciação na ONG e, então, começar a dar plantões diretamente de casa;
  • O programa Atados tem o propósito de juntar voluntários e projetos sociais. Eles divulgam várias vagas disponíveis nas entidades, e você pode contribuir com sua especialidade (por exemplo: design, tradução, engenharia e muito mais) em diversas regiões do Brasil;
  • Outro projeto parecido é o Busca Voluntária, que também publica muitas oportunidades de trabalho para quem tem intenção de ajudar. Vale a pena conferir!

12. Cuide da natureza

Se estamos falando de mudança de estilo de vida, não poderíamos deixar de mencionar a natureza. Hoje, adotar atitudes sustentáveis é muito importante — não apenas para se sentir melhor, mas também para cuidar do meio ambiente.

Afinal, as plantas também são vidas. E, se elas não têm o poder de se transformar sozinhas, nós temos o poder de ajudá-las a viver melhor. 

Isso significa desde reduzir o nosso consumo de água, energia e recursos naturais até reciclar materiais e diminuir a geração de resíduos.

Outras dicas para se conectar à natureza

Consuma produtos de empresas com os mesmos valores que você. Existem marcas que adotam a produção sustentável — da decoração à arquitetura —, com impacto ambiental quase nulo. 

O uso do bambu como matéria-prima, por exemplo, garante itens de excelente qualidade com o mínimo — isso porque a planta cresce rápido, é 100% biodegradável e é utilizada integralmente na produção.

Esta matéria ajudou você a entender mais sobre estilo de vida?

Esperamos que, com essas dicas práticas, você consiga transformar o seu dia a dia. Quando fazemos o bem — não só para nós, mas para toda a comunidade — conseguimos mudar o mundo para melhor.

Se você gostou desta matéria, continue acompanhando nosso blog! Estamos publicando diversos conteúdos sobre sustentabilidade, qualidade de vida e os benefícios que o bambu pode trazer para o planeta.

Obrigado pela leitura. Até a próxima!

Assine nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos TAO BAMBU!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email