Absolutamente tudo o que você precisa saber sobre bambu

Bambu
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Assine nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos TAO BAMBU!

Você já pensou no quanto o bambu é uma planta prática e muito utilizada no dia a dia? Talvez não tenha dimensão do quanto ele está presente no dia a dia, ou ainda, como é a sua produção. Esse é um mercado que movimenta 60 bilhões de dólares por ano, justamente, pela versatilidade do seu uso nas mais diferentes áreas.

Estamos cada vez mais vendo peças sendo utilizadas produzidas com bambu: utensílios de cozinha, apoio de celular, canudo, produtos para pet e, até mesmo, caixa de som! E a tendência é que cada vez mais tenhamos produtos feitos com esse material, o que gera muitas dúvidas dos compradores.

Por isso, se você tem curiosidade para saber mais sobre a adoção do bambu no dia a dia, é importante acompanhar esse guia que preparamos para você! Aqui vamos trazer absolutamente tudo que você precisa saber sobre o tema. Vamos juntos? Boa leitura!

Entenda o que é o bambu

Vamos começar do básico: afinal, o que é o bambu? Existe só um tipo de bambu? Qual a região original dele? Vamos por partes e você vai tirar suas dúvidas!

Diferentemente do que muitos pensam, o bambu não é uma madeira. Trata-se de uma gramínea, uma das mais antigas que temos registro, inclusive!

Ou seja, em outras palavras, é uma “grama” diferente, com maior resistência mas, ao mesmo tempo, bastante flexível. O que vemos é um tronco alto que lembra o das árvores, mas não é uma madeira em si.

Ela também é bastante ecológica, com forte potencial para auxiliar em maior sustentabilidade. Ela absorve gás carbônico da atmosfera com alta eficiência e é uma boa substituta para a madeira, sem precisar realizar replantio, o que auxilia na manutenção do bioma local, sem sobrecarregar o solo.

Principais características

É uma planta forte, com características muito semelhantes ao aço. Com isso, ela tem uma boa resistência a forças que realizam compressão sobre ele e, também, sobre altas trações.

Outro ponto que torna o bambu uma opção interessante é sua facilidade de plantio. Afinal, é uma planta perene, que possui uma regeneração muito rápida. Assim, o produtor pode realizar o plantio por mais de 30 anos sem gerar replantio.

Há espécies que conseguem crescer até 20 centímetros por dia. Assim, a reposição do material coletado para comercialização é rápida.

Agilidade, praticidade e baixo custo fazem com que essa seja uma produção eficiente e, portanto, que o bambu esteja tomando tanta importância no mercado nacional e internacional.

Na verdade, não existe apenas um tipo de bambu. Segundo a Lista de Espécies da Flora Brasileira, temos no país 258 espécies diferentes, de 35 gêneros diferentes. Aqui temos 20% da plantação de bambu no mundo.

Consumo do bambu no Brasil e no mundo

O bambu é uma das plantas com maior demanda no mundo e não é a toa que temos, atualmente, aproximadamente 50 milhões de hectares de bambu. Pode-se estimar até 4 mil usos diferentes para a planta.

Alguns dos maiores produtores são a China e a Índia, que produzem, em conjunto, mais de 10 milhões de toneladas de bambu. Abastecem, também, tanto mercado interno quanto externo.

O mercado de bambu movimenta, atualmente, cerca de 60 bilhões de dólares por ano, com foco, principalmente, no mercado asiático. Com o aumento na busca por sustentabilidade e uso de materiais, a tendência é que tenhamos uma explosão no mercado de bambu, bem como um aumento na comercialização desses produtos.

Auxilia, também, o uso em diferentes indústrias. Afinal, devido a versatilidade, diversas áreas absorvem essa produção, desde a venda de produtos para decoração a, até mesmo, produção de energia.

Produção de bambu no Brasil

Como falamos antes, o Brasil abriga 20% da plantação de bambu do mundo. A maior parte está localizada na Amazônia Legal, com 180 mil km² de floresta que abriga bambu. Um vasto território com diversas espécies disponíveis.

Elas não se restringem ao território brasileiro: começam na Cordilheira dos Andes, na parte que está presente em território peruano e boliviano. Alcança, portanto, parte dos estados de Acre e Amazonas. Mas não está apenas nessa localidade.

Podemos encontrar grandes áreas de cultivo de bambu também no Maranhão. Nesse caso, normalmente, tem uso na produção de biomassa, a fim de gerar energia para o setor industrial da região.

Outro estado que é um forte produtor de bambu é Paraíba e Pernambuco. Nesse caso, o foco é outro. A ideia é produção de celulose e papel para abastecer a indústria de cimento. Nessas regiões, a produção é de, aproximadamente, 15 mil hectares.

Assim, outras regiões que também são fortes produtoras de bambu são:

  • São Paulo;
  • Rio Grande do Sul;
  • Minas Gerais;
  • Bahia;
  • Paraná.

Um dos motivos pelos quais o bambu tem crescido bastante em seu cultivo diz respeito a facilidade em seu plantio como uma alternativa de renda para os produtores da agricultura familiar. Afinal, como não é necessário o replantio, é possível ter bons resultados.

Assim, é um plantio com caráter renovável e, principalmente, com um amplo mercado para explorar. Afinal, o bambu rebrota por mais de 30 anos.

Cenário atual

Para facilitar a produção nacional, temos políticas de fomento que incentivam esse processo no território. Por exemplo, em 2009 e 2010 tivemos abertura de edital para projetos de pesquisa focados em identificar inovações no uso e plantio de bambu.

Além disso, foi criada, também, a Lei nº 12.484/2011, que traz o incentivo para o manejo sustentável e cultura do bambu. A mesma legislação permitiu, também, que a planta fosse considerada um produto agrícola. Com isso, abriu-se espaço para que fosse possível obter linhas de crédito facilitadas para o cultivo.

Uma das vantagens do cultivo do bambu no Brasil é, justamente, que possuímos um clima favorável para esse cultivo. Além disso, como trabalhamos com cultivo intensivo e, muitas vezes, o solo torna-se inapto para determinadas produções, o bambu pode tomar espaço e, assim, garantir um valor extra para aquelas famílias.

Boa parte do bambu produzido no Brasil é exportado para parceiros externos. E um dos principais para os próximos anos é a China. Há uma previsão de que o país aumentará o consumo do material em uma média de 2,8% ao ano nos próximos 25 anos.

Entenda o que é bambu tratado

Como o bambu é um material orgânico, isso não impede que ele seja afetado, por exemplo, por fungos, pragas e brocas. Por isso, é fundamental que, dependendo da sua aplicação, que você utilize bambu tratado para este fim.

Assim, o bambu tratado é quando ele passa por uma série de processos que o tornam mais durável e, também, mais bonito. Para isso, os especialistas realizam processos tais como:

  • Envernizar;
  • Pintar;
  • Lixar;
  • Queimar (para dar um efeito estético mais belo).

Isso é fundamental, principalmente, para evitar problemas como ataques de insetos sobre o bambu, ou que ele sofra processos ao longo do tempo que prejudiquem a sua durabilidade. Essas questões são primordiais, dependendo do uso do bambu.

Por exemplo, quando utilizamos o bambu na construção civil, se ele passar por um processo de deterioração, pode colocar em risco toda uma estrutura. Nada bom, não é mesmo? Mas não é só a estrutura que se torna importante.

Por exemplo, se você compra uma peça para sua sala, é claro que deseja uma maior beleza ao longo do tempo. Por isso, é importante que você conte sempre com peças de bambu tratado.

Há diversos processos pelos quais o bambu pode passar por tratamento, garantindo maior durabilidade e longevidade. Estão entre eles:

  • Imersão em água;
  • Imersão em solução com conservantes químicos;
  • Uso de ácido bórico, bórax, CCA (Cobre, Cromo e Arsênio), CCB (Cobre, Cromo e Boro) e fogo.

Mas afinal, qual delas é a melhor? Para nós, da Tao Bambu, o importante é que o procedimento seja sustentável. Afinal, se estamos falando justamente no uso do bambu para compensar outros materiais que são danosos ao meio ambiente, não faz sentido que o processo de tratamento seja prejudicial, não é mesmo? Por isso, é preciso que esse processo, como um todo, seja ecologicamente correto.

Quais são as 8 diferentes utilizações do bambu

Um dos motivos pelos quais o mercado de bambu tem se expandido de forma constante é, justamente, pela versatilidade em seu uso, de forma que diversas indústrias se utilizam dele como matéria prima. Então confira a seguir 7 formas de uso do bambu no dia a dia.

1.  Bambu na decoração

Um dos principais usos do bambu na decoração é para compor estratégias de paisagismo. Muitas pessoas têm interesse em sua composição, justamente porque ele é considerado símbolo de sorte e prosperidade em culturas orientais.

Além disso, permite criar ambientes tropicais. Nesse caso, utilizamos o mossô e a bambusa, principalmente, para criação de cerca viva. Contudo, também é possível ter o uso ornamental dos bambus.

Para isso, eles devem estar em ambiente externo, no qual possa ter alta incidência solar. Se ela estiver em área interna, é preciso que esteja próximo a uma janela ensolarada, com boa incidência solar ao longo do dia.

Mas não é só com o paisagismo que o bambu pode ser aplicado na decoração das residências. Afinal, ele é muito versátil e seu uso interno pode ser bem interessante. Pode ser aplicado tanto como um detalhe ou, ainda, tomar o papel de protagonista na decoração. Algumas possibilidades são:

  • Uso em móveis de bambu, para ambientes com estilo rústico;
  • Pode ser utilizado em vasos e cachepots;
  • Peças decorativas;
  • Parte integrante da decoração de madeira;
  • Decoração de móveis e paredes;
  • Uso do bambu como divisória de cômodos;
  • Pode ser adotado nas cubas em banheiros e lavabos;
  • Compor a base da cama;
  • Pode compor um espaço de relaxamento;
  • É ideal para ser aplicado no lado externo da casa.

Com isso, é um material bastante versátil e que pode ser muito interessante para os mais diferentes tipos de decoração. Assim, cada vez mais esse material é procurado nessa área.

Além disso, alguns utensílios de bambu também podem ser amplamente utilizados para compor essa decoração, como falamos neste artigo imperdível sobre o tema.

2.  Bambu na construção civil

O bambu tem se tornado um material bastante utilizado também na construção civil por ser sustentável e, também, ter uma boa resistência. Assim, ele é muito utilizado para áreas externas, garantindo proteção contra vento, erosão e drenagem.

Ela é altamente vantajosa para essa área, justamente, por ser um material flexível e altamente durável. Não é à toa que é chamado, inclusive, de “aço verde” na construção civil. Assim, para quem está em busca de projetos mais sustentáveis, é uma ótima opção.

3.  Bambu na arquitetura

Na arquitetura, o bambu também é bastante utilizado para projetos específicos, principalmente, considerando que ele é muito resistente ao vento, por ser oco. Além disso, como ele é bem resistente a compressão e tração, são opções muito interessantes.

Em países orientais, como China e Japão, o uso de bambu nas construções é algo tradicional. Contudo, isso tem se expandido fortemente no ocidente, principalmente, com o conceito de arquitetura sustentável.

É, também, muito utilizado em regiões que têm maior ocorrência de terremotos, justamente, por ser resistente e, ao mesmo tempo, maleável. Assim, durante esse momento, ele consegue “dançar” sem quebrar e colocar em xeque os moradores.

Já no Brasil, muitos arquitetos têm utilizado em seus projetos, justamente, pelo nosso clima tropical. Com a criação de espaços abertos e grandes janelas, é possível ter construções de ambientes mais frescos e, ao mesmo tempo, aproveitar a luz natural. Muitos profissionais adotam o bambu, por exemplo, em casas de campo e próximo a reservas naturais.

Algumas das principais aplicações do bambu na arquitetura são:

  • Criação de estruturas;
  • Uso em vedação;
  • Constituição de móveis;
  • Criação de tecidos;
  • Uso de esteiras, entre outros.

4.  Bambu como lifestyle

O bambu reflete um lifestyle muito mais próximo do zen, budismo e, consequentemente, de uma vida mais relaxada, calma, alinhada com maior paz de espírito. Por isso, projetos que tendam a utilizar essa vibe costumam ter o bambu como referência.

Por exemplo, muitos donos de lojas, restaurantes e espaços zen adotam o bambu em sua decoração, justamente, como uma forma de trazer esses valores para o espaço. O cliente, ao identificar essas questões, gera um vínculo com o local.

5.  Bambu na massagem

Você sabia que o uso de bambu na massagem é altamente benéfico? Pois é, esse material é utilizado bastante em procedimentos orientais, sendo conhecida também como bambuterapia.

Assim, ela auxilia, por exemplo, a um maior relaxamento. Como o bambu é rígido e flexível ao mesmo tempo, o profissional consegue utilizá-lo para massagear a região com eficácia. E, também, podemos usar o bambu para trabalhos de modelagem por massagem, adentrando a área estética.

Alguns dos benefícios da bambuterapia são:

  • Alívio de dores, já que consegue atingir regiões que, quando pressionadas, liberam endorfina e serotonina;
  • Geração de sensação de relaxamento e bem-estar;
  • Promove um processo semelhante ao de drenagem linfática;
  • Estimula a circulação sanguínea em determinadas regiões;
  • Auxilia a contornar o corpo, modelando o corpo.

6.  Bambu na saúde

Além de tudo que falamos, podemos utilizar o bambu em processos de fitoterapia. Por exemplo, remédios fitoterápicos para doenças reumáticas (como osteoporose) levam a planta em sua composição.

Ela auxilia, principalmente, por ser rica em sílica e flavonoides. Além disso, possui propriedades que permitem melhorar a fixação do cálcio, além de propriedades anti-inflamatórias.

7.  Bambu na alimentação

Outra aplicação interessante do bambu é na alimentação. Você sabia que é um vegetal rico em nutrientes? Ele possui altas concentrações de:

  • Proteínas vegetais;
  • Fibras;
  • Aminoácidos;
  • Cálcio;
  • Fósforo;
  • Rico em água (bom para hidratar);
  • Selênio;
  • Vitaminas diversas.

Além disso, pesquisas apontam que se trata de um alimento que auxilia na prevenção de determinados tipos de câncer e, também, para doenças cardiovasculares. Não é à toa que o oriente consome muito bambu e o ocidente está descobrindo seus benefícios.

Normalmente nós consumimos bambu a partir dos brotos, que são comestíveis. Além dos benefícios que falamos, também é rico em antioxidantes. E, claro, também é uma delícia, podendo compor pratos saborosos.

Além disso, também possui alguns benefícios para a saúde, entre eles:

  • Expectorante;
  • Auxilia na digestão;
  • Favorece a diurese;
  • Auxilia na cura de edemas.

8.  Bambu na bioenergia

Outra aplicação do bambu bastante utilizada é na bioenergia. Esse é um ponto que tem crescido consideravelmente, principalmente, pela sua aplicação industrial. Para isso, ele pode ser processado de diversas formas (conversão térmica ou bioquímica), permitindo também gerar diversos produtos energéticos que serão responsáveis pela substituição dos combustíveis fósseis. Assim, podem se tornar:

  • Carvão;
  • Gás;
  • Biocombustível.

O bambu é um dos itens que mais utilizamos neste caso, justamente, porque ele possui uma boa produtividade, uma boa conversão em bioenergia quando é queimado. Além disso, como a sua produção é rápida, eficiente e econômica, sem necessidade de replantio, é também mais viável economicamente.

Onde comprar bambu no Brasil

Diante de tudo que falamos ao longo deste artigo, com todas as informações que trouxemos, você pode perguntar: mas afinal, como comprar bambu de qualidade?

É fundamental que você escolha um fornecedor confiável e que ofereça produtos de qualidade no dia a dia.  A qualidade dos seus produtos ou serviços que oferecer será proporcional àquilo que a loja fornecedora proporcionar para você. Por isso, precisa ser uma escolha bem acertada.

É importante, também, considerar que a escolha de um fornecedor é, também, uma ação sustentável. Afinal, a própria escolha por utilizar o bambu no dia a dia está relacionada com isso. E, assim, é fundamental identificar se a empresa que comercializa o item realiza uma produção consciente e que não prejudique o meio ambiente, bem como não cause nenhum problema.

Assim, é fundamental escolher fornecedores que realizam todo o processo de forma ecologicamente correta. Assim, é preciso que o fornecedor das peças realize alguns processos, entre eles:

  • Seleção dos colmos maduros. É importante que eles não sejam nem verdes, nem secos demais;
  • Após o corte dos colmos, nós colocamos eles em uma solução com boro. Essa é uma das técnicas que causam menos impacto no meio ambiente;
  • O tratamento realizado precisa proteger o meio ambiente, ou seja, nele não pode gerar qualquer resíduo que possa impactar a natureza. O uso do boro auxilia nisso, bem como é um dos mais eficientes para manter os cuidados;
  • Após o processo, nós colocamos as varas para secar. Esse período pode durar entre 6 e 12 semanas, variando de acordo com umidade, velocidade do ar, ambiente, a espessura da vara de bambu, incidência solar, entre outros;
  • Após a secagem, o bambu estará pronto para uso

Por que comprar bambu na TAO Bambu

Para isso, conte com a Tao Bambu. Temos as melhores opções para você que deseja produtos de qualidade, com geração de resíduo zero, entrega para todo o país, além de diversos outros diferenciais, entre eles:

  • Nós temos a sustentabilidade como um princípio nosso. Surgimos da nossa visão de mudar o planeta e colocar em prática nossos propósitos de buscar a saúde do planeta;
  • Nós temos como critério a ideia de resíduo zero. Ou seja, não há desperdícios ou resíduos durante a produção. Assim, torna-se carvão vegetal todas as sobras de nossas peças. Nós retornamos essas sobras ao solo, fazendo com que elas atuam como adubagem na plantação de novos bambus;
  • Ao mesmo tempo, produzimos peças de qualidade e que sejam duráveis, garantindo que você terá itens funcionais, belos e que tragam ótimos resultados para sua casa e para seu dia a dia.

O planeta pede que cuidemos dele com mais atenção. E o uso dos itens de bambu permite que possamos adotar medidas mais sustentáveis e que minimizem impactos, além de trazer maior beleza para os ambientes. Por isso, se você quer as melhores peças de bambu, conte com a Tao Bambu.

Neste artigo você aprendeu tudo que precisa saber sobre bambu! Esperamos que tenha gostado. E se quer mais aprendizados importantes, conteúdos exclusivos e outras dicas, assine nossa newsletter e não perca nada! Temos certeza de que você vai adorar!

Assine nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos TAO BAMBU!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email