Bambu tratado: o que é e como investir nele?

bambu-tratado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Assine nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos TAO BAMBU!

O bambu tem conquistado cada vez mais espaço em diversos setores, principalmente o de decoração e arquitetura. O que poucos sabem é que o ideal é usar bambu tratado, pois oferece uma durabilidade ainda maior. Assim, o resultado final no qual foi aplicado também terá uma qualidade superior.

Se você quer saber mais sobre a utilização do bambu nessas áreas, veio ao local certo. A seguir, você descobrirá os benefícios de utilizar esse material e entenderá porque o tratado é a melhor opção para artesanato e para a construção. Acompanhe o post!

Quais são as vantagens de utilizar bambu?

Há milênios lugares como a China e o Japão utilizam o bambu em construções tradicionais. Contudo, somente nos últimos anos é que outros países ao redor do mundo passaram a utilizá-lo também. A propósito, atualmente o mercado mundial de bambu movimenta em torno de US $60 milhões ao ano.

Isso se deve ao fato de ser um material comprovadamente durável, resistente e adequado para a construção civil.

Outro motivo foi a necessidade de repensar o consumo de materiais do setor, que é um dos que mais causa impacto no meio ambiente. Desse modo, pesquisadores realizaram uma série de testes e análises com bambu.

Com isso, verificaram que é a melhor alternativa sustentável à madeira. Ou seja, evita a devastação das florestas. A seguir, confira outras vantagens:

  • é renovável, isto é, tem crescimento muito mais rápido que as madeiras de corte e pode produzir por mais de 30 anos sem a necessidade de replantio;
  • tem ótimo desenvolvimento em todas as regiões, tanto as áridas, quanto as mais úmidas;
  • ajuda a diminuir o efeito estufa, pois é uma das plantas que mais libera oxigênio, bem como absorve bastante CO2 da atmosfera;
  • não requer o uso de fertilizantes químicos, pesticidas ou herbicidas em seu cultivo;
  • pode ser utilizado na fabricação de móveis, itens decorativos, revestimento de pisos e paredes, tapeçaria, papel, construção, artesanato e outros;
  • suas raízes e rizomas continuam nutrindo o solo mesmo após a colheita da planta;
  • possui alta resistência à tração;
  • é abundante no planeta;
  • é um material leve e de fácil transporte;
  • tem valor bastante atrativo.

Portanto, o bambu é um material ecologicamente correto e com excelente custo-benefício. Além disso, é um elemento que traz mais beleza e sofisticação na decoração de um ambiente. Dessa maneira, não é apenas o material do presente, mas, sobretudo, do futuro.

E por que escolher o bambu tratado?

Tratar o bambu significa submetê-lo a processos específicos que aumentam sua durabilidade. Afinal, ele evita o ataque de pequenos insetos que se alimentam de suas fibras. É importante ressaltar que o tratamento não danifica o acabamento do material.

Então, posteriormente você poderá envernizar, pintar, lixar ou, até mesmo, queimar o bambu para dar mais destaque à estética.

Sendo assim, o tratamento é fundamental para utilizar o bambu em todas as suas aplicações, seja na construção civil, seja em utensílios pessoais ou objetos decorativos. No caso do artesanato, agrega valor ao produto. Isso ocorre porque as peças permanecerão como novas por muito tempo.

Enfim, é preciso lembrar que o bambu é um material natural. Dessa forma, está sujeito à ação de fungos e brocas, que o danificam e comprometem sua durabilidade e resistência. Por esse motivo, é extremamente importante sempre utilizar o bambu tratado.

Quais são as principais aplicações do bambu tratado?

De modo geral, um dos pontos mais fortes do bambu é sua versatilidade. Nesse sentido, o mercado utiliza muito esse material para a fabricação de papel e celulose, produção de biomassa para geração de energia, fitocosméticos, brotos comestíveis e outras aplicações.

Por sua vez, o uso do bambu tratado predomina na fabricação de móveis, painéis, cercas, pergolados, brinquedos, itens pessoais, objetos de decoração, acessórios de massagem — no caso, a bambuterapia —, e, ainda, em construção civil e na arquitetura. Aliás, sua resistência é tão alta que no mercado da construção ele tem sido chamado de “aço verde”.

Logo, o mercado do bambu está em alta e sua tendência é crescer ainda mais. Afinal, a preocupação com a preservação ambiental também aumenta a cada dia. Então, vale a pena investir nesse material, seja no plantio, seja no tratamento, bem como fornecedor para a construção civil ou para a fabricação de produtos.

Igualmente, compensa comprar bambu tratado para criar peças sustentáveis e de alta qualidade para indivíduos que já têm hábitos sustentáveis, como também para os que querem passar a ter um consumo mais consciente.

Como é esse processo?

Há diversas formas de tratar o bambu, por exemplo: imersão em água, em uma solução com conservantes químicos, ácido bórico, bórax, CCA (cobre, cromo e arsênio), CCB (cobre, cromo e boro), com fogo e outras técnicas.

Acima de tudo, é importante que o procedimento seja sustentável. Isso porque um dos grandes motivos para usar o bambu é o fato de ser ecologicamente correto. Também vale lembrar que o tratamento é um processo e não apenas uma ação isolada.

O primeiro passo é o mais importante de todo o processo: a seleção dos colmos maduros. As varas escolhidas não podem ser nem verdes nem secas demais. Depois do corte, colocam-se as varas em uma solução com boro. Essa técnica é a mais conhecida e utilizada, pois é a que menos causa impacto no ambiente.

Outro ponto importante é que essa forma de tratamento não gera qualquer resíduo. Além disso, é muito eficiente para manter o bambu como novo por muito tempo. Após a imersão durante o tempo correto, basta secar as varas para deixá-las prontas para o uso.

O tempo de secagem leva em torno de 6 a 12 semanas e depende de uma série de fatores, como o teor de umidade inicial, umidade e velocidade do ar e do ambiente, espessura da parede do bambu, quantidade de radiação solar que incide sobre as varas.

Portanto, o bambu tratado é uma alternativa excelente para a sustentabilidade, tanto para o produtor, quanto para empresas e para o consumidor final. O ponto principal é sempre utilizar uma forma de tratamento adequada, ecologicamente correta e eficaz para conquistar mais valor agregado. Quer comprar bambu tratado ou itens desse material? Então, visite o nosso site e conheça melhor todos os nossos produtos.

Assine nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos TAO BAMBU!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email